quinta-feira, 2 de junho de 2022

URGENTE - Segue o impasse entre professores e gestão nas negociações do piso salarial e reajuste da categoria

 


Nesta quinta-feira (2) mais uma paralisação e assembleia dos Professores Municipais de Riachão do Jacuípe, na busca pelo reajuste e piso salarial da categoria. 

O atual gestor através de sua equipe fez mais uma proposta que não foi bem aceita pela categoria, que resolveu, por unanimidade fazer uma contra proposta e enviar ao Prefeito.

O assunto também foi pauta na Sessão da Câmara de Vereadores, veja todos os desdobramentos agora em mais uma matéria da #TVERDADE 

Imagens 🎥📲 @enzo_oliveiraeso




sábado, 14 de maio de 2022

URGENTE: Grupo de pessoas de Riachão do Jacuípe sofrem golpe de agência de viagens e não conseguem embarcar para Europa


A noite da última sexta-feira (13) foi realmente de terror para um grupo de pessoas de Riachão do Jacuípe, entre eles a mãe do Vice-prefeito da cidade, a senhora Norma Sales. Eles pretendiam viajar até a Europa e contrataram uma agência de viagens, mas acabaram caído em um golpe, veja o vídeo da matéria no Bahia Meio Dia, telejornal da TV Bahia.


DA REDAÇÃO.

segunda-feira, 9 de maio de 2022

URGENTE: Saga de alunos jacuipenses para chegar até as escolas do município e estudar parece mais episódio de série de terror da Netflix



 

Após o episódio com um ônibus irregular, sem emplacamento e mal conservado contratado pela Prefeitura de Riachão do Jacuípe para transportar estudantes, mais uma semana de incertezas e dificuldades se inicia para os alunos da cidade, chegando até a colocar jovens em risco de vida com veículo sem freio fazendo este transporte.

Enquanto o atual gestor do município avança no seu marketing propagando em programas de rádio e redes sociais um Riachão utópico, na manhã desta segunda-feira (9) diversas comunidades da zona rural amanheceram sem transporte escolar para alunos do município. Os que tiveram, como foi o caso da comunidade de Licuri, ficaram pelo caminho, e o pior, passaram por um risco de acidente, pois o ônibus que levava esses estudantes faltou freio na estrada.



Já os estudantes de Ponto Novo e Salgado acordaram hoje às 5h da manhã para irem à escola, mas voltaram para casa, pois pela quinta vez em menos de dois meses o ônibus quebrou. Quando não é assim, alunos ficam pela estrada à mercê de quebras e falta de manutenção, por vezes chegando em casa no meio da tarde. “ Como vamos estudar assim? Na hora de chegar, descansar, almoçar e depois fazer os estudos e exercícios, ainda estamos na estrada labutando com ônibus velho quebrando e parando, mais para do que anda”, relatou a estudante de iniciais M. C. A.

Já A. L. S. disse “Bom dia, reforçando a fala de meus colegas, dia 28 mesmo o ônibus quebrou, na rua quando os alunos chegaram em casa já era 2:30 da tarde os alunos tudo com fome, teve um dia que o ônibus travou a roda, no outro dia o ônibus acelerava e não saia do lugar, e povo ainda diz que e os alunos que tá quebrando o ônibus, isso é um absurdo”.

O aluno F. O. A. relatou que “teve um dia que  só de Riachão para o Salgado o ônibus parou 4 vez na estrada, esquentando e parando, ficamos até com medo do ônibus pegar fogo por conta que tava esquentando”. Os estudantes tiveram o nome preservado a pedido deles.


Já os alunos de Vila Aparecida, do caso da semana passada, em que o ônibus que transportava eles fugiu de uma blitz da PRF (Polícia Rodoviária Federal), seguem sem transporte, já são duas semana de aulas perdidas sem virem para sede para as escolas que estudam, da rede estadual. Até o momento nem Prefeitura e nem Secretaria de Educação se pronunciaram sobre os relatos de hoje.

VEJA O ÁUDIO:




Por Alana Rocha (Jornalista DRT-5323/BA).

terça-feira, 3 de maio de 2022

URGENTE: Alunos da rede estadual de Riachão do Jacuípe ficam expostos ao perigo em ônibus escolar mal conservado e em fuga da PRF


Um fato no mínimo inusitado aconteceu no município de Riachão do Jacuípe no início da tarde desta terça-feira (3), um ônibus de placa MXT-0161 licença de Ouriçangas-BA, que transportava alunos até o Distrito de Vila Aparecida, teve que fugir de uma blitz da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-324 nas proximidades do entroncamento com BA-120 (Riachão / Serra Preta).

Ainda durante o Jornal da Gazeta, que vai ao ar de segunda a sexta às 12h30 na Rádio Comunitária da cidade, a Gazeta FM, a apresentadora Alana Rocha recebeu a denúncia de alguns estudantes, que enviaram vídeos para o WhatsApp dela e da emissora. Num destes vídeos o estudante Tobias relatava a aflição pela qual tinha acabado de passar.  “Oi gente estamos aqui no meio do nada” enquanto outra aluna dizia “fardados e largados", todos já do lado de fora do veículo que estava parado no acostamento da BA.

Após relatar o fato no ar, mães de Vila Aparecida que ouviam o Jornal, e já estavam preocupadas com a demora dos filhos chegarem em casa, mandaram mensagens para Alana através do Instagram e para o WhatsApp da Rádio Gazeta FM pedindo providências. “Muito revoltante isso, tenho uma filha que vai nesse ônibus e eu tô pela graça de Deus aqui, aflita, já deu 1h30 da tarde e nada de chegarem e nós mães ficamos  em casa preocupadas esperando”, disse uma mãe. 




Outras mensagens foram enviadas de mães e pais aflitos em busca de notícias, um deles chegou a pegar a moto e ir até a sede do município para buscar o filho que estava no ônibus. Segundo informações, o veículo não tem cadastro na ANTT e nem tão pouco licença para transportar estudantes, denominado de serviço escolar, ainda não se sabe como o mesmo foi contratado pela prefeitura sem esses documento e ainda por cima com emplacamento atrasado. 

Segundo os próprios alunos que viajavam no ônibus, modelo tipo coletivo urbano de carroceria CAIO Vitória, o motorista, que não teve o nome revelado, fez uma manobra muito brusca ao avistar a viatura da PRF e a blitz, entrado em velocidade no acesso à BA-120, quando parou o ônibus ele teria telefonado para alguém e dito que a “federal” estava na pista e que teria desviado por conta do ônibus não estar emplacado e irregular, fato é que as placas são da cidade de Ouriçangas, consta no banco de dados atrasos de licenciamento, Ouriçangas fica a cerca de 97 km de Riachão do Jacuípe, na microrregião de Alagoinhas. 

Alguns alunos relataram também a má conservação do veículo, pneus carecas, assentos quebrados, peças internas soltas, porta traseira quebrada e falta de saídas de emergência, iluminação precária e cinto de segurança não existe. Um vereador do município soltou um áudio em grupos de WhatsApp no final da tarde dando conta da veracidade da denúncia e dizendo que o ônibus não rodaria mais prestando serviços a Prefeitura, e que a comunidade sabia do estado do mesmo e aceitou a situação, para que alunos não fossem prejudicados nos estudos, fato que foi desmentido por quatro mães de alunos que falaram com a nossa reportagem através de mensagem.

O vereador ainda relatou que outro ônibus seria contratado, mesmo que de outra cidade, mas agora a noite os estudantes falaram com nossa produção e disseram que lhes foi dito por parte do setor responsável que não teria transporte para eles amanhã. Até a publicação desta reportagem nem a Prefeitura nem a Secretaria de Educação se pronunciaram sobre o caso, nem mesmo através de nota de esclarecimento por meio das redes sociais ou canais de comunicação das mesmas. 



OS AMARELINHOS - No início da gestão o atual Prefeito expôs em praça pública uma frota de veículos oficiais sucateada e acusou o Ex-gestor de deixar a “herança maldita” para ele, até furto de todas as baterias dos amarelinhos foi relatado em entrevistas. Alguns destes ônibus oficiais passaram por manutenções, nossa reportagem chegou a ver alguns em oficinas da cidade e também em guinchos sendo levados para oficinas até fora do município. 

O amarelinho que servia aos estudantes de Vila Aparecida, deixou de rodar a mais de uma semana, por conta de problemas mecânicos, tal problema teria causado dano em uma peça que não está sendo encontrada no mercado para reposição, o que está causando atrasos no concerto, levando ao setor de transporte e Secretaria de Educação a lançar mão deste “improviso” arriscado de por um ônibus mal conservado e com documentos atrasados para transporte de alunos, que são da rede estadual, que através de convênio repassa verba de ajuda de custo para as prefeituras do interior arcarem com o transporte dos mesmos.

VEJA O VÍDEO:




Por Alana Rocha (Jornalista DRT-5323/BA).

quarta-feira, 20 de abril de 2022

URGENTE: Acidente gravíssimo na BR-324 envolvendo três caminhões e um carro de passeio deixa sete feridos e uma pessoa morta

 


O trecho próximo a ponte do Rio Tocós, na BR-324, região de Riachão do Jacuípe, registrou na manhã desta quarta-feira (20) um acidente de proporções gravíssimas, envolvendo três caminhões e um carro pequeno. O veículo Mercedes Benz 1113, antigo, mas conservado, de cor amarela, teria causado o acidente, segundo informações, o capú do mesmo se abriu e fez com que o condutor, conhecido como “Seu Lon”, da cidade de Conceição do Coité perdesse o controle colidindo com os outros, ele morreu no local preso às ferragens.



Num caminhão Mercedes Benz azul, que carregava tanques de fibra, seguia um casal, que não teve o nome divulgado, ambos também ficaram presos nas ferragens, sendo que o motorista de forma mais grave sendo uma das últimas vítimas a ser retirada, ele foi encaminhado para Feira de Santana com forte hemorragia e fraturas graves nas pernas, a jovem que seguia viagem com ele teve várias escoriações pelo corpo e fratura na perna esquerda, está sendo atendida no Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe (HMRJ-FUSAS).

Já no caminhão vermelho, viajava apenas o motorista, também ferido com muita gravidade e hemorragia intensa foi transferido para Salvador, no carro de passeio viajavam pessoas de Riachão do Jacuípe, mas que também não tiveram os nomes divulgados. Eram quatro pessoas e todos tiveram ferimentos leves e estão passando por atendimento no HMRJ-FUSAS. Neste ponto é importante destacar o trabalho brilhante da Brigada de Socorristas Voluntários Anjos Jacuipenses, no uso de um alicate hidráulico para remover três das vítimas das ferragens, além do manuseio correto do aparelho a destreza dos membros em ações que são o diferencial no tempo para que a vida da vítima seja preservada e o socorro seja mais rápido. 

“Nesse momento vemos como foram e são importantes as blitz solidárias, as doações aos Anjos, graças a isso temos hoje esse equipamento que neste acidente foi crucial e fundamental para salvar três vidas, somos muito gratos primeiro a Deus e depois a população que nos ajuda a salvar vidas”, destacou Lucival Souza, presidente da Brigada Anjos Jacuipenses que também atuou neste resgate de hoje.


Nossa reportagem não teve informações de em qual sentido cada veículo seguia, nem tivemos acesso aos dados dos mesmos. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) está no local e aguarda a remoção do corpo da vítima fatal, e alerta aos motoristas que trafegam pelo trecho que redobrem a atenção por conta das chuvas e pista escorregadia, inclusive no local do acidente, pois vazou óleo na pista.

VEJA O VÍDEO:


Por Alana Rocha (Jornalista DRT-5323/BA). Com fotos dos Anjos Jacuipenses.

domingo, 20 de março de 2022

URGENTE: Sequência de acidentes de moto em Riachão do Jacuípe deixa uma vítima fatal

 


O sábado (19) foi marcado por acidentes de moto em Riachão do Jacuípe, sendo dois deles na zona rural do município, um deles com óbito. A Brigada de Socorristas Voluntários Anjos Jacuipenses divulgou o relatório de chamados que atenderam a essas ocorrências.

Na sede do município, uma queda aconteceu em via pública, deixando o condutor da moto com ferimentos leves. Ao chegar no local os socorristas notaram a vítima com escoriações pelo corpo mas consciente. O mesmo foi encaminhado para o Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe (HMRJ-FUSAS), onde ficou em observação recebendo atendimento.



Os dois outros acidentes foram mais graves, um registrado em uma estrada vicinal que liga a sede do município até a comunidade de Mandassaia, o local tem sido alvo de muitas queixas de moradores e transeuntes por conta de má conservação e buracos na via vicinal. O condutor da moto estava caído ao solo mas consciente e respondendo bem aos socorristas, ele também foi encaminhado ao HMRJ-FUSAS para atendimento, nossa reportagem não conseguiu informações do estado de saúde atualizado da vítima.

Já na estrada que liga Vila Aparecida até o povoado de Terra Branca, distante cerca de 30km da sede do município, aconteceu o pior acidente da noite, que levou à morte do condutor da motocicleta. Segundo as informações dos socorristas, a vítima foi encontrada bastante ferida e com sangramentos na face, ao dar entrada na unidade hospitalar, mesmo com todos os procedimentos médicos, acabou morrendo. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

Por Alana Rocha (Jornalista DRT-5323/BA).  Com fotos da rede social dos Anjos Jacuipenses.

OFERECIMENTO:

FRIGOMAK … aberto de domingo a domingo para você sempre economizar, frango assado todos os dias!!!

Rua Álvaro Cova, Centro, fundo da antiga Câmara de Vereadores.



segunda-feira, 7 de março de 2022

EDITORIAL: Jornalista Alana Rocha CEO e editora-chefe deste Blog e da TV Verdade protocolou na Câmara Municipal de Riachão do Jacuípe um pedido de CPP (Comissão Parlamentar Processante)

 


Foi protocolado na manhã desta segunda-feira (7), na Câmara de Vereadores da cidade de Riachão do Jacuípe, um pedido de CPP (Comissão Parlamentar Processante). O pedido foi feito pela jornalista Alana Rocha, que atualmente está como apresentadora do Jornal da Gazeta, na emissora de rádio comunitária da cidade, a Gazeta FM. Alana recebe no seu dia a dia, diversas denúncias de ouvintes, que são moradores do município, e pedem providências por parte das autoridades. Uma destas denúncias é referente as obras de pavimentações do município, que chamou atenção da população por conta do teor de áudios vazados que se referem a situações no mínimo estranhas, envolvendo documentações, licitações e até mesmo falsificação de produto usado nas obras e de documentos apresentados em tribunal judicial e também em ata de licitação, além de um possível favoritismo a uma empresa construtora interessada nas obras, e perseguição e sucessivas tentativas de prejudicar uma outra construtora que toca algumas das obras na cidade. 

Diante destes fatos e após abordagem do assunto na sessão de 24 de fevereiro de 2022 na Câmara de Vereadores, e a veiculação dos áudios no Jornal da Gazeta, vereadores do município cogitaram abrir uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na casa da cidadania jacuipense. Fato que até a presente data não se concretizou, deixando a jornalista curiosa e com desejo de esclarecimentos, até mesmo para dar luz aos fatos e deixar a população informada dos desdobramentos.

“Eu senti que um dos vereadores que propagou áudios em redes sociais que abriria a CPI, estaria com atitude de recuo, já não falava mais em CPI, e sim em convocar um membro da CODEVASF (Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco) que é de onde vem a verba para uma das obras envolvidas na polêmica, para ir até a Câmara prestar esclarecimentos. Achei injusto e notei que se isso acontecesse, faltariam peças importantes deste quebra-cabeças, falas e provas cruciais que devem ser apreciadas tanto pelos Vereadores como também pelo Ministério Púbico local e pela população jacuipense, então na edição da última sexta-feira (4), do Jornal da Gazeta, que eu apresento, declarei durante o jornal que eu mesma protocolaria um pedido de CPI na Câmara para que os fatos sejam apurados”, declarou Alana.




Durante o final de semana a jornalista teve acesso ao Regimento Interno da Casa da Cidadania jacuipense, e teve algumas dúvidas de como de fato deveria protocolar este pedido, mas insistia em dizer, quando provocada, através de áudios e vídeos em redes sociais, que estaria sim protocolando nas primeiras horas da manhã de hoje, o pedido de CPI. O requerimento então foi feito por uma equipe jurídica que assessora Alana Rocha, mas após ir até a Câmara colher mais informações de como proceder, e ao consultar seu conselheiro jurídico, o advogado Ailton São Paulo, e ambos munidos do Regimento Interno impresso em mãos, notou-se que segundo o Artigo 161 do regimento, Alana Rocha não poderia no papel de cidadã e eleitora do município, protocolar um pedido de CPI na casa, isso apenas compete a Vereadores, vejam; 

"Art. 161 – As Comissões Temporárias serão constituídas com prazo certo e determinado para tratar de assuntos específicos, alheios à competência das Comissões Permanentes, que se extinguem quando não instaladas no prazo Regimental, ao término da legislatura, ou antes, quando alcançado o fim a que se destinam ou expirado seu prazo de duração.  

Parágrafo Único - As Comissões Temporárias serão instituídas por proposta da Mesa Diretora, de qualquer Comissão Permanente, a Requerimento de qualquer Vereador, por qualquer eleitor, por Partido Político com representação na Câmara ou por qualquer entidade, desde que atenda as disposições deste Regimento Interno, salvo as Comissões Parlamentares de Inquérito que será criada mediante Requerimento de 1/3 (um terço) dos Vereadores”. Atentem para este paragrafo em especial, (salvo as Comissões Parlamentares de Inquérito que será criada mediante Requerimento de 1/3 (um terço) dos Vereadores), fica claro que apenas o Vereador (a), constituído de seu cargo, tem o papel e poder de pedir uma CPI na Câmara de Riachão do Jacuípe. 

“Eu fiquei sabendo que alguns vereadores já esperavam que eu protocolasse o pedido de CPI, pois o mesmo cairia por terra, por tanto seria nulo, ‘morreria no nascedouro’, como diz o ditado. Não teria nenhuma valia, até porque não sou vereadora, e por tanto não tenho esse poder, segundo o regimento, de pedir tal feito a casa. A chacota e o meme seriam entregues prontos, e iria descredibilizar completamente a minha intenção de pedir apuração destes fatos gravíssimos envolvendo a atual gestão, coisa que percebo que não é interessante para alguns vereadores mexerem, pois se comprometeriam com o atual Prefeito, dois deles em especial que hoje se alinharam com a bancada de situação para favorecer demandas do Gestor e dificultar um olhar mais fiscalizador e crítico para algumas demandas do município”, pontuou a jornalista.


PORQUE UMA CPP E NAO UM CPI? 

A resposta é simples, segundo o Artigo 161 paragrafo único já citado aqui, ele não contempla cidadãos ou cidadãs comuns da cidade, que tenham o desejo de provocar a Câmara para apurar denúncias, isso é contemplado na Subseção II nos artigos 171 e 172 que dizem;

“Art. 171 – As Comissões Parlamentares Processantes serão constituídas com a finalidade de apurar prática de infração político administrativa do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Vereadores, no desempenho de suas funções, observando o disposto em Lei Federal aplicável a matéria e na Lei Orgânica do Município”, vejam que diz que esta comissão sim tem o poder de receber a denúncia e investigá-la.

Ainda no Artigo 172, explica que aí sim, um cidadão ou cidadã com domicílio eleitoral no município e devidamente em dias com suas obrigações eleitorais e comprovado sua residência na cidade, pode então requerer da casa a CPP, que tem o poder maior e mais amplo de averiguação dos fatos denunciados, vejam;

“Art. 172 – O processo de criação da Comissão Parlamentar Processante, por infrações definidas no artigo anterior, obedecerá ao seguinte rito, se outro não for estabelecido pela legislação do Estado respectivo:

I – A denúncia escrita, contendo a exposição dos fatos e a indicação das provas, será dirigida ao Presidente da Câmara e poderá ser apresentada por qualquer eleitor, Vereador, Partido Político com representação na Câmara ou entidades legitimamente constituída a mais de 1 (um) ano”.




Em posse desta informação e em conjunto com a assessoria jurídica e seu advogado conselheiro, Ailton São Paulo, já no início da tarde, Alana Rocha então conseguiu corrigir o pedido e protocolar o mesmo na Câmara por volta das 12h10. “Desde sábado, que eu tinha lido este trecho do regimento, eu estava cheia de dúvidas, mas busquei ler outros trechos do regimento para ver se conseguia encontrar algo referente ainda ao pedido de CPI, mas não encontrei, e como leiga neste tema tive dificuldades de interpretação, então aguardei o dia de hoje para ter informações mais concretas, e foi o melhor que fiz, agora é aguardar os ritos e a tramitação na Câmara. Quanto aos vereadores, inclusive dois em especial que insistem em distorcer os fatos e o meu pedido, só tenho um recado, criem coragem, honrem a palavra que tem e o cargo que o povo lhes deu, e investidos do poder que lhes cabem, protocolem então um pedido de CPI, que só o Vereador tem este poder, segundo regimento, e vamos então somar forças, duas é melhor que uma, e o regimento da casa permite que até duas comissões funcionem na Câmara, vamos juntos apurar essas denúncias e estes áudios que são graves e envolvem dinheiro público, dinheiro de nossos impostos, dinheiro do povo, e este é um dos motivos pelo qual parlamentares são eleitos, para fiscalizar”, pontou Alana Rocha.

O pedido será lido em plenário pelo Presidente da Mesa Diretora, o Vereador Zil de Barreiros, na próxima sessão ordinária, que acontece quinta-feira (10). Na manhã desta terça-feira (8), Alana vai anexar ao pedido de hoje alguns documentos e um CD contendo os áudios que corroboram a denúncia feita e assinada pela mesma.


DA REDAÇÃO DESTE BLOG.



quinta-feira, 3 de março de 2022

URGENTE: Professores de Riachão do Jacuípe continuam na incerteza sobre piso salarial e foram à Câmara pedir ajuda dos Vereadores


 

Mais um movimento na luta em busca do reajuste pelo piso salarial dos professores foi registrado na manhã desta quinta-feira (3) na cidade de Riachão do Jacuípe. Professores, através de uma comissão que os representa, foram até a Casa da Cidadania jacuipense, cobrar dos edis um apoio nas negociações com o atual Gestor, que até esse momento se mostra irredutível em um acordo que cumpra o reajuste do piso da categoria, que é de 33%.

Professora Jucelma representando a APLB e a professora e Ex-secretária de Educação do município, Ana Rita, representando o SINSPUM (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais), fizeram o uso da tribuna livre e na oportunidade explanaram aos Vereadores e também a população que acompanhava ao vivo pela transmissão da Rádio Gazeta FM, o que de fato a categoria pede, quais as aberturas de negociação com a gestão e também sobre a verba do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) que é a verba destinada ao salário dos professores.

Alguns Vereadores que apoiam o Prefeito Carlos Matos e são de sua base política, levantaram algumas questões pontuando que a verba do FUNDEB que o município recebe não cobre o valor, outro Vereador chegou a falar em oneração das finanças do município, sempre num tom discreto de defensiva da gestão. Já os Vereadores de oposição pontuaram planilhas e informações, que segundo os mesmos, derrubam a tese de que não há como pagar o reajuste com os 33%, desde quando houveram reajustes e complementos também na verba, por parte do Governo Federal. 




No uso da tribuna, a professora Jucelma lembrou do plano de carreira e que no ano passado a categoria não teve reajuste, e por tanto, 33% é um valor adequado desde quando está fazendo um efeito de contemplar 2021 e 2022. “Não entendemos porque não se abre a oportunidade de sentarmos e o gestor trazer uma contraproposta concreta, desde a semana passada em que teríamos uma reunião e depois foi adiada e substituída por um ofício que não deixou clara as intenções do Prefeito quanto ao nosso reajuste, então procuramos os Vereadores para que ajudem também intercedendo nas negociações”, disse. 

Os professores inclusive aceitam que o gestor dívida a porcentagem até o final deste ano, que seria a opção de 15% agora e 18% no restante do ano, possivelmente uma parte em julho e outra em novembro. A professora Ana Rita foi bastante técnica em seu discurso, trazendo dados que demonstram que a categoria tem meios de negociar, que são direitos garantidos e que havendo boa vontade tudo se resolve. Os Vereadores fizeram alguns questionamentos que foram respondidos pelas duas professoras, ao final ficou definido que novas tentativas de conversa com o Gestor serão feitas e os vereadores prometeram empenho para que toda essa situação seja resolvida.



Em 14 anos de reajustes, os professores nunca tiveram nenhum tipo de dificuldade nas negociações, pela primeira vez eles estão diante de um impasse tão longo. “Sempre há negociações, todos os gestores fazem contrapropostas, mas nada que levasse a toda essa situação. Sempre com alguns dias, coisa de uma semana, já se resolvia e chegava num consenso entre gestor e categoria e o projeto ia pra Câmara”, destacou Maria do Sindicato.

A população tem observado a situação e comentado, na sua maioria, em favor dos professores. “Se é direito dos professores não tem o que discutir, tem que dar o reajuste e pronto”, comentou Raimunda ouvinte da Gazeta FM, pelo WhatsApp durante a transmissão da sessão. “O prefeito está certo mesmo, tem que fazer as coisas com calma, na pressão nada presta, ele tem que avaliar com cuidado para lá na frente não se apertar no financeiro”, comentário do ouvinte Roque, também por mensagem pelo WhatsApp.

Após a sessão nossa reportagem esteve na Câmara e conversou com o Vereador Zil de Barreiros, que reafirmou todo apoio aos professores. “É direito adquirido, isso ninguém pode contestar, o Prefeito tem que ter cautela e receber a categoria para chegar em um acordo. Hoje tivemos aqui a primeira votação do projeto de reajuste dos servidores da administração, a Câmara já deu também o reajuste dos servidores da casa, a porcentagem a que a categoria tem direito, então acho que o Gestor tem que ter um olhar mais sensível aos professores para resolver logo essa situação”, comentou.

Vários municípios da Bacia do Jacuípe e Região do Sisal deram o reajuste dos professores, apenas na cidade de Capela do Alto Alegre que foi noticiado na manhã de hoje uma greve dos professores por conta de que o Prefeito de lá, também como o de Riachão, ainda não deu os 33%. Agora a categoria aguarda uma nova tentativa de conversar com Carlos Matos, nosso Blog tentou contato com o gestor e sua assessoria para saber seu posicionamento de hoje, mas até a publicação desta reportagem não obtivemos resposta. 


Por Alana Rocha (Jornalista DRT-5323/BA). Com fotos da Assessoria da Câmara e internet.


domingo, 27 de fevereiro de 2022

URGENTE: Moradora de Riachão do Jacuípe denuncia descaso e mal atendimento no Hospital Municipal (FUSAS) por parte de terceirizados do Instituto Vida

 



No último sábado (26) o Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe foi o cenário de um momento de revolta por parte da senhora Antônia Raimunda que está acompanhando um paciente idoso internado na unidade de saúde com um dos pés necrosado. O caso do senhor Emanuel Justiniano dos Santos, que vem se arrastando desde 26 de janeiro quando o mesmo deu entrada na unidade, ganhou repercussão nas últimas horas devido a vídeos expondo a situação. 

A família do paciente pede desde o dia 26/01/2022 uma regulação para atendimento em Feira de Santana ou Salvador, pois a situação dos ferimentos dele no pé é grave, correndo até risco de amputar o membro,  mas até agora, depois de um mês, nenhuma resposta pela SESAB ou mesmo por parte da Secretária de Saúde da cidade foi dada. 






 

Como se não bastasse, a acompanhante do paciente desde a última quarta-feira (23) reclama de mal atendimento e descaso com o senhor Emanoel por parte dos funcionários e equipe de enfermagem do hospital, principalmente terceirizados que são prestadores de serviço da empresa Instituto Vida. (VEJA VÍDEO NO FINAL DA MATÉRIA)

“Aqui está parecendo um matadouro, nem bicho é tratado assim, não fazem os curativos nos horários determinados, até bicho já tá dando no ferimento devido a moscas ficarem sentando. Ontem só deram almoço porque eu fiz um escândalo no corredor, quatro horas da tarde e ele estava sem se alimentar, um absurdo”, relatou Dona Raimunda por telefone a nossa reportagem.



Os vídeos e as fotos denunciando a situação circularam por grupos de WhatsApp e também foram enviadas à nossa redação. Nós tentamos entrar em contato com o hospital mas o único número de telefone que temos não está mais funcionando, salientamos que o espaço em nosso blog e TV está aberto também para que a direção da FUSAS fale sobre o ocorrido. 


VEJA O VÍDEO: 




Por Alana Rocha (Jornalista DRT-5323/BA) 


ATUALIDADE: Clube do Fusca de antigomobilismo comemora uma década de fundação evento aconteceu em Salgadalia



A tarde deste sábado (26) foi muito especial para os antigomobilistas da região do sisal e bacia do Jacuípe, principalmente para os associados/membros do Clube do Fusca Coité, que nesta data comemora 10 anos de sua fundação. Mais um motivo para comemorar é que em 2021 o clube se tornou federalizado, o que significa mais apoio e fomento ao movimento antigomobilista, inclusive sendo agente importante no credenciamento de carros aptos a usar placa preta, que caracteriza carros com 80 a 100% de originalidade e carros de coleção.


A placa preta é objeto de desejo da maioria dos proprietários de antigos, e além de características cruciais do veículo, para tal realização também é necessário ser associado de um clube federalizado, vantagem que agora o Clube do Fusca Coité oferece aos seus membros. “É uma luta, mas fazemos com todo carinho e dedicação, é muito mais além dos carros, é a amizade, a diversão, é estarmos juntos e felizes em cada evento que estamos presentes”, destacou Elimario, o Barão, presidente do Clube do Fusca Coité.







A comemoração aconteceu no Distrito de Salgadália, a concentração foi no centro de Conceição do Coité, sede do clube, de lá os antigos saíram em carreata pela BA que liga Coité até o distrito. Mais de 150 carros marcaram presença e ficaram expostos em uma das praças, por volta das 20h chegou o bolo e todos cantaram os parabéns, logo depois uma banda musical animou a noite. Muito emocionado, Barão agradeceu a todos.


“Essa é a nossa maior marca, a união, a irmandade, é muito mais que um clube, somos uma família, cada um tem participação importante nessa trajetória, fico muito grato a todos que estão aqui é a todos que fazem parte do Clube do Fusca Coité”. 








Marcaram presença também membros de clubes de Valente, Riachão do Jacuípe, Alagoinhas, Feira de Santana e Salvador. O Clube do Fusca Coité é pioneiro na região, começou com fusqueiros e hoje acolhe não só quem possui fuscas, mas também opalas, jeeps, corcéis, chevettes, fiats e muito mais, basta amar antigos e chegar juntos que a família Clube do Fusca recebe de braços abertos e muito carinho.

Em julho acontece o encontro que marca o início de tudo, um dos mais esperados da Bahia, que marca a presença de antigos até de outros estados, é o encontro de carros antigos e Clube de Fusca de Coité, que na edição de 2022 acontece nos dias 9 e 10 de julho em Conceição do Coité, Barão já está com a corda toda nos preparativos e promete que esse ano será um grande evento.


“Devido a pandemia estamos a dois anos sem fazer nosso evento, estamos torcendo e contamos que até julho os números do COVID diminuam bastante e nos traga a oportunidade de fazermos esse grande encontro”, disse.


Por Alana Rocha (Jornalista DRT-5323/BA)