Clique aqui e conheça nosso site

Clique aqui e conheça nosso site
Clique aqui e conheça nosso site

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

URGENTE: Sinal da TV Subaé sai do ar misteriosamente, justo no dia da reportagem do lixão de Riachão.



Nesta semana eu acabei de crer que realmente Riachão está voltando o tempo da censura, da depois de tomar conta da emissora de radiodifusão comunitária Gazeta FM 104,9 tirando a repórter que vos escreve agora do ar quando fazia o jornal Hora da Verdade, isso há quase um ano atrás agora mais uma vez misteriosamente como sempre acontece quando se vai falar algo de errado que acontece em nossa cidade e que venham atingir a administração atual, as TVs saem do ar, sem explicação, ontem terça-feira (04/10/11) não foi diferente, a TV Subaé esteve na tarde de segunda-feira (03/10/11) fazendo uma matéria sobre o lixão da cidade, entrevistando muitas pessoas, entre elas o ex-vereador de nossa cidade Teodomiro Paulo, a matéria jornalística iria ao ar na noite de ontem no BA-TV regional Feira, mas como sempre o sinal de TV foi interrompido.


Em contato com a emissora falamos com a Ludmila responsável pelo jornalismo e a mesma informou a nossa reportagem de que não sabia do fato e que providencias seriam tomadas, agora a pergunta fica no ar, por que toda vez que vai se falar de algo errado de Riachão do Jacuípe as TVs saem do ar? O apagão do sinal foi justamente no horário do jornal, acompanhamos o momento exato que o sinal caiu, por volta das 18:40hs quando já se passava da metade da atual novela das seis global A Vida da Gente, e permaneceu assim por cerca de 50 minutos, só retornando na metade da novela das sete Morde & Assopra, muitos telespectadores aguardavam o momento do jornal BA-TV e ficaram decepcionados.

Mas uma vez em Riachão a força do poder falou mais alto que a do povo, que reivindica mas é calado pela mão pesada da censura que depois de anos renasce em algumas cidades do interior baiano.

                                                       Por: ALANA PEKETITA DIRETO DA REDAÇÃO
Postar um comentário