Clique aqui e conheça nosso site

Clique aqui e conheça nosso site
Clique aqui e conheça nosso site

terça-feira, 19 de setembro de 2017

ATUALIDADE: TIM ativa rede 4G em mais 23 municípios baianos


A TIM avança com seu plano de ampliação de cobertura 4G no país. No mês de agosto, a companhia contemplou 16 novos municípios baianos com a tecnologia, são eles: Dias D’Ávila (DDD 71), Candeias (DDD 71), Itaparica (DDD 71), Madre de Deus (DDD 71), Buerarema (DDD 73), Jitaúna (DDD 73), Campo Formoso (DDD 74), Filadélfia (DDD 74), Cabeceiras do Paraguaçu (DDD 75), Coração de Maria (DDD 75), Nordestina (DDD 75), Rafael Jambeiro (DDD 75), Condeúba (DDD 77), Contendas do Sincora (DDD 77), Licínio de Almeida (DDD 77), Urandi (DDD 77). No mês de julho, a companhia já havia ativado a tecnologia de quarta geração em sete cidades da Bahia: Itacaré (DDD 73), Cipó (DDD 75), Conceição de Feira (DDD 75), Euclides da Cunha (DDD 75), Governador Mangabeira (DDD 75), Riachão do Jacuípe (DDD 75) e Anagé (DDD 77).

Com a ampliação do serviço nessas cidades, a companhia chega a 60 localidades com a tecnologia de alta performance, que proporciona velocidade de navegação na internet até cinco vezes mais rápida do que na rede 3G. Vale ressaltar que na primeira metade do ano, a TIM investiu cerca de R$ 1,5 bilhão com destaque para a expansão da base pós-paga – que registrou mais de 1 milhão de novos clientes – e a ampliação expressiva da rede 4G. Atualmente mais de 70% do trafego de dados da companhia é gerado em cima da rede de quarta geração, através dos mais de 22 milhões de usuários.


Mas a TIM alerta que os clientes que moram nas regiões beneficiadas precisam fazer a troca dos chips 2G/3G por um chip 4G para usufruir de todos os benefícios da nova rede e ter um aparelho compatível com a nova tecnologia. A previsão é que até o fim deste ano a conexão 4G esteja presente em 197 cidades, sendo 156 delas na nova frequência de 700 MHZ. Vale lembrar que no triênio que começa este ano e vai até 2019, a TIM irá investir quase R$12 bilhões no país em infraestrutura de rede, para a fase de complementação da cobertura 4G no Brasil.

DA REDAÇÃO. COM INFORMAÇÕES DO SITE INFORME BAIANO
Postar um comentário